Montando um Laboratório…

Ferramentas importantes…Olá caro leitor do BLOG Vida de DBA, ou RAULdba, como queira. Hoje vou falar sobre a importância da montagem de um laboratório.
Com o crescimento do surto de ZIKA Vírus e a proliferação do Aedes Aegypti… hahahahaha!!!! Hummm Eu sei essa foi mal, sem graça… Eu quase apaguei do post, mas deixa ae…

Falando sério agora, e algo que realmente faz sentido, o laboratório de estudos.
É fato que muitos DBAs, principalmente em início de carreira tem dificuldade para conseguir montar um ambiente propício para testes. As empresas de um modo geral até tem ambientes de homologação, desenvolvimento, testes, porém estes são sempre voltados para testes de aplicações, desenvolvimentos, etc. Então aquele ambiente para que possamos criar, destruir, recriar, acabamos não tendo. Mas não desanime, existem ferramentas que nos possibilitam de forma simples e gratuita montar um ambiente adequado para testes.
Existem diversas ferramentas interessantes, porém vou comentar hoje a respeito de algumas que são completamente free e de relativamente fácil utilização.

Montando o ambiente

Vou pegar como exemplo um notebook modelo comum – não vou citar marca porque ninguém quis pagar pelo Merchand.rsrsrs – mas um notebook que praticamente todos temos.
Uma situação que é fato ainda é que a maioria dos notebooks que temos hoje em utilização, tem como sistema operacional base Microsoft, ou seja, alguma versão do Windows.
Ok! Porém estamos falando de um ambiente para testes de ferramentas Oracle. Todos nós sabemos que ele pode trabalhar com windows, massssss também sabemos que não deve. Se me perguntassem “porque não” confesso que teria que escrever um post sobre o assunto, talvez um dia. Então o fato é que precisamos criar um ambiente para emularmos um sistema em algum ambiente UNIX (Linux, AIX, Solaris, etc.). Sendo assim a melhor ferramenta para isso é sem dúvida nenhuma a virtualização.
Sim! Exatamente isso! Criar um ambiente virtual fazendo de conta que é um servidor de um determinado sistema operacional.

Virtualização:
Existem diversas ferramentas que são úteis neste momento. Muitas até utilizadas em ambientes virtuais para empresas e negócios. Algumas caras, outras nem tanto.
Porém, irei comentar sobre uma ferramenta da Oracle, que é de fácil utilização e grátis.
Iremos utilizar o VITUALBOX.

Ferramenta herdada pela Oracle na aquisição da SUN. É completamente  gratuita, intuitiva e por isso de fácil utilização. Em contrapartida, não é muito utilizada em ambientes de produção ou mesmo empresariais, pois é limitada em alguns itens. Porém nada que atrapalhe sua utilização para fins didáticos.
Esta ferramenta está disponível para download em:
https://www.virtualbox.org/Com  ele teremos a base para nosso laboratório.
Certa vez eu fiz criei um treinamento em um projeto de cursos e ainda tenho umas vídeo aulas ensinando a criar ambiente virtual, caso alguém tenha interesse me avise que disponibilizo o link ainda que antigo é atual (entendeu né??? rsrsrs)

Após a instalação e preparação da ferramenta de virtualização precisaremos definir qual sistema operacional será escolhido para instalação.
Para os testes e ambiente Oracle eu aconselharia o Oracle Enterprise Linux.

Sistema Operacional:
Versão Oracle para o Linux Red Hat.
Ele está disponível para download em:
https://edelivery.oracle.com/osdc/faces/SearchSoftware
Lembrando que para este é necessária conta no site da Oracle, porém isso é difícil o DBA que não tem.
Para este item também tenho tutorial em filme caso tenham interesse.

Ferramentas Oracle:
Este local todo mundo já conhece imagino, mas segue abaixo:
http://www.oracle.com/technetwork/database/enterprise-edition/downloads/index.html
Lembrando que também precisa ter conta Oracle.

Vantagens do laboratório virtualizado:
Bem, eu confesso que sou fã de ambientes virtuais para estudo, acho flexível, fácil de utilizar e montar. Porém algo realmente fantástico é a possibilidade de criação de snapshots. Ou seja fotografias. Com ela conseguimos salvar o exato estado do ambiente como um todo. Com um exemplo vou explicar rapidamente o que isso representa.

Imagine que você queira proceder um teste de Disaster recovery (recuperação de desastres) em seu ambiente de testes. Porém, algo dá errado e não consegue o recover. Ou seja você teve o Disaster mas na hora do recovery nada. Já pensou o que isso representaria para você em termos de tempo? Quanto tempo perderia para recriar tudo novamente, ou grande parte do seu ambiente? Com o snapshot basta tirar uma cópia do ambiente como ele está antes do teste e voltar tudo caso aconteça alguma falha. Simples assim. rsrsrs

Estas dicas podem parecer simples para os mais experientes, mas quando eu comecei, láááá atrás me bati para montar meu primeiro ambiente virtual.

Espero que a dica tenha sido interessante, peço que me ajude a compartilhar e não deixe de acompanhar.
Grande abraço a todos e Foco na Meta!

Sobre raul andrade

DBA e Instrutor Oracle, apaixonado pela minha família e por ensinar.
Esta entrada foi publicada em DBA Oracle, Dica iniciante. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta