Caçando Pokémon???

Calma, não fiquei louco…Seguidores, bom dia, boa tarde, boa noite!!!

A onda agora é caçar  né? Pelo que vejo está aberta a temporada de caça. Vejo crianças, jovens e até adultos na caçada aos monstrinhos Pokémons. Aliás que jogada sensacional da empresa que desenvolveu o jogo hein??? É de realmente tirar o chapéu.
Veja bem, não estou aqui fazendo qualquer apologia ao jogo, defendendo ou criticando, porém a idéia de quem criou é realmente brilhante.
Criaram um jogo idéia futurista da realidade aumentada porém ao mesmo tempo ilustrando a história dos Pokémons que são da década de 90, mais precisamente 1995.
Pokémons que na verdade é a versão reduzida das palavras Poket Monsters,é a segunda franquia de mídia de jogos mais bem sucedida e lucrativa do mundo, atrás da franquia de Mario que também pertence a Nintendo.
Os monstrinhos tem povoado os parques, campos, ruas e muitos outros locais do mundo, levando as pessoas a caçá-los.
Claro, como tudo que é novo, há quem fale mal, quem defenda.

Como falo: “sempre tem os dois lados de tudo” e acredite existem sim propostas legais com o jogo, embora claro dependa muito de como se usa e qual o grau de engajamento. Vou explicar o que eu quis dizer: Hoje vejo nos parques crianças, jovens e até adultos, andando perambulando com seus celulares, “máquinas de caçar” atrás de um monstrinho virtual. Ok, você pode estar pensando: “mas esta é a parte boa Raul????!!!”
Então, eu te digo que sim! Pare e pense, muitas destas pessoas, principalmente os jovens e adolescentes, eram os mesmos que ficavam dias inteiros em frente a um computador, video game, etc.
Sim! Você começou a me entender! o Joguinho, trouxe as pessoas a ativa. Fazendo missões, reunindo grupos, “caçando” os monstrinhos sim, mas também se integrando, se exercitando.

NÃO!! Eu não estou aqui fazendo qualquer tipo de propaganda, e antes que me perguntem EU não tenho tempo de jogar Pokémon, mas confesso sim que baixei ele no celular dos meus filhos para junto com ele descobrirmos como funcionava.
Eles, claro, do alto dos seu 11 anos (São gêmeos), gostaram do joguinho e até caçaram alguns monstrinhos. Porém aproveitei para explicar a eles algumas coisas que aí sim podem fazer do jogo um problema: A falta de discernimento e de limites.
Sim discernimento para saber onde se pode usar o joguinho e onde não pode, saber que em primeiro lugar está a segurança, educação e limite para saber quando é hora de parar.
Conversamos de pessoas que ao redor do mundo tem sido atropeladas, assaltadas, presas até, por não saberem discernir. Mas aí fica a pergunta: A culpa é do jogo??
Portando meus filhos João Pedro e Louise, sabem que é legal caçar Pokémon, mas somente em locais seguros, com um adulto por perto e o mais importante, depois de terem concluído toda a lição da escola e os afazeres, estudado, aí sim se sobrar tempo e tiver vontade…

Ok, terminada a parte da análise em relação às crianças comecei a tentar entender onde estariam as grandes fontes de lucro do jogo.
Aí vislumbrei a jogada realmente de mestre dos criadores. Veja bem, o jogo começa com uma quantidade de munições que claro são limitadas, mas permitem que antes de acabar gere nos jogadores aquele famoso “vício” em jogar.
Quando a munição acaba, os jogadores tem algumas opções para “recarregar”, mas as que me chamaram mais a atenção foram: a primeira e básica é comprar, via cartão de crédito, (e aí entra em ação o discernimento que comentei acima) e a outra é caminhar até locais de recarregar. Sim caminhar mesmo. Estes locais são físicos, e exigem que se vá até lá e fique um tempo para carregar… Aí está a estratégia, estes locais são lojas específicas, shopping centers.

Agora eu te pergunto, quem vai por exemplo em um shopping center e fica lá por 10 minutos para recarregar suas “pokebolas” será que não irá comprar alguma coisa?

Entendeu a mega jogada??? Lugares pagarão para ser pontos de recarga a medida que os jogadores vão viralizando o jogo. É ou não é uma jogada de mestre??

É meu querido leitor, seguidor, amigo, inimigo, rsrsrs. Sei que você deve estar pensando: “Cadê a dica Oracle de hoje??”
Então, hoje não tem dica Oracle. Afinal de contas o Blog não é apenas sobre Oracle, Vida de DBA não é Apenas Banco de Dados. DBA é gente, vive, namora, briga, separa, volta, todas estas coisas que qualquer pessoa faz, embora muitos se esqueçam disso. Por isso estarei aqui para lembrá-los e por isso a dica de hoje é sobre administração de pessoas.

Grande abraço! Foco na Meta!!!

Ahhh e cuidado onde caça Pokémons… rsrsrs

Sobre raul andrade

DBA e Instrutor Oracle, apaixonado pela minha família e por ensinar.
Esta entrada foi publicada em Administrando pessoas. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas para Caçando Pokémon???

  1. Diego de Castro Pereira disse:

    Segundo informações médicas, esse jogo está sendo um sucesso, pois as crianças estão saindo dos leitos hospitalares para caçarem os Pokémons. “há males que vem para o bem”

Deixe uma resposta